Cadastrar
Esqueci minha senha
Usuário: Senha:
Logar
Você pode utilizar nossa busca por palavra chave ou utilizar os critérios ao lado para obter uma listagem.

Buscar
Buscar
Selecione o Estado Categoria


GASTRONOMIAHOSPEDAGEMINFORMAÇÕES ÚTEIS
Selecione a Cidade Sub-Categoria


Destaques


Newsletter





Aniversário Municipal de São Leopoldo, Rio Grande do Sul
São Leopoldo é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Foi habitada por índios carijós e por imigrantes açorianos. Era um vilarejo conhecido como Feitoria do Linho-cânhamo quando chegaram os primeiros 39 imigrantes alemães à região, em 25 de julho de 1824, enviados pelo imperador brasileiro Dom Pedro I para povoá-la. A desativada Real Feitoria do Linho Cânhamo fora um estabelecimento agrícola do governo onde eram produzidas cordas, mas que não dera muitos resultados, tendo falido, entre outros motivos, devido à corrupção dos administradores.

Essa feitoria localizava-se junto da margem esquerda do Rio dos Sinos. A data de 25 de julho de 1824 passou a ser considerada a data de fundação de São Leopoldo. Instalados na feitoria até que recebessem seus lotes coloniais, este núcleo foi batizado Colônia Alemã de São Leopoldo em homenagem à Imperatriz Leopoldina, a esposa austríaca de Dom Pedro I. Nesta época, era então governador do estado o Visconde de São Leopoldo[10][11].

Durante a Revolução Farroupilha, a colônia ficou dividida entre os imperialistas liderados por Daniel Hillebrand e os revolucionários liderados por Hermann von Salisch. Nesta época a colônia prestou suporte a Porto Alegre, então sitiada, provendo a cidade com suprimentos transportados em barcas pelo Rio dos Sinos.

A colônia se estendia por mais de 1000 km2, indo em direção sul-norte de Esteio (hoje) até o Campo dos Bugres (Caxias do Sul, hoje). Em direção leste-oeste de Taquara (hoje) até o Porto dos Guimarães, no Rio Caí (São Sebastião do Caí, hoje). Aos poucos, novas levas de imigrantes ocuparam os vales dos rios dos Sinos, Cadeia e Caí, lançando o progresso através da dedicação ao trabalho, o que ensejou que a colônia alemã se emancipasse de Porto Alegre já em 1 de Abril de 1846, apenas 22 anos depois de fundada.


São Leopoldo, 1971. Arquivo Nacional.
Concorreu para este fato serem os alemães, além de Landmänner (agricultores), também Handwerker (artesãos). Daí, uma variada produção que acabou sendo o embrião industrial do Vale do Rio dos Sinos. É em homenagem a esses imigrantes que o dia 25 de julho é feriado municipal. Em 1865, a colônia recebeu a visita do imperador brasileiro Dom Pedro II. Em 1874, foi inaugurada a estrada de ferro ligando a cidade a Porto Alegre, facilitando o escoamento dos produtos da colônia.

Em diversos pontos da sua grande área do passado, surgiram núcleos de desenvolvimento que posteriormente emanciparam-se, tornando-se prósperas cidades atualmente. Ao todo, foram oito novas cidades geradas. O município de São Leopoldo, portanto, deu origem a toda a região atualmente denominada Vale do Rio dos Sinos.


Cultura

Antiga locomotiva que atendia o município

Vista parcial da região central de Novo Hamburgo
Atualmente, São Leopoldo também é considerada uma cidade universitária, por sediar a Universidade do Vale do Rio dos Sinos e é conhecida principalmente pela sua noite, que conta com inúmeras casas noturnas que atraem público tanto da própria cidade quanto das cidades vizinhas, como Estância Velha, Novo Hamburgo, Portão e Sapucaia do Sul, assim como de Porto Alegre, também conhecida pela sua gastronomia tendo diversos pontos da cidade com ótimas opções de restaurantes e bares por sua notoriedade. Dentro deste contexto, merecem destaque especial a Rua Independência ou Rua Grande, onde se concentram a maioria destas atividades e o centro comercial da cidade. E no mês de julho a cidade entra em festa para celebrar a imigração alemã e o aniversário da cidade. A São Leopoldo Fest, que é a maior festa do vale do rio dos sinos recebendo milhares de pessoas e turistas durante o período da festa, com sua gastronomia originaria, diversos shows com artistas e bandas famosas, comércio, artesanatos, parques de diversões, passeios, oficinas, exposições e palestras. E também é a primeira cidade da rota romântica que desperta todos seus encantos e interesses. Na cidade também há diversos museus, teatros, bibliotecas e sociedades. Um fato curioso relatado no livro da organista e concertista internacional Anne Schneider, informa que São Leopoldo é a cidade do Rio Grande do Sul onde se localiza o maior número de órgãos de tubos do estado.


Fonte: Wikipédia


Selos

Turismo Agora - informações turisticas pelo fone: (53) 3228-3819.
Tire suas dúvidas rapidamente com nosso atendimento online 24 horas por dia.

Termos e condições de uso

Copyright © 2008 TRACKDATA