Cadastrar
Esqueci minha senha
Usuário: Senha:
Logar
Você pode utilizar nossa busca por palavra chave ou utilizar os critérios ao lado para obter uma listagem.

Buscar
Buscar
Selecione o Estado Categoria


GASTRONOMIAHOSPEDAGEMINFORMAÇÕES ÚTEIS
Selecione a Cidade Sub-Categoria


Destaques


Newsletter





Cozinheiro é um bom administrador ou um administrador é um bom cozinheiro?
Ser um bom cozinheiro ou saber cozinhar não faz um bom gestor de restaurantes! O empresário ou proprietário de um restaurante nem mesmo precisa saber cozinhar para administrar bem o seu negócio. Claro que, preferencialmente, é interessante que o empresário ou o proprietário do negócio entenda de cozinha e das complexidades inerentes da administração desse negócio! Mas nem sempre esses casamentos acontecem e esses dois tipos distintos de proprietários de restaurantes têm muito para aprender durante essa jornada.

Independente disto, ambos precisam ter em comum a capacidade de analisar o ambiente de trabalho e perceber o que está faltando. Precisam ter habilidade de gerir equipe da forma correta, motivando e incentivando a se empenhar na inovação e na construção de pratos com perfeição, prezando pela qualidade e pela satisfação do cliente. A diferença é que o proprietário de restaurante – que não é um chef de cozinha – irá se guiar por um conhecimento limitado, mas deverá ser mais compreensivo e entender os gatilhos certos para motivar o seu time. Já o administrador de restaurante, possivelmente, irá saber exatamente com o que os pratos devem parecer e que sabor deve ter. A questão de administrar sua equipe pode ser um tanto desgastante.

Diante desse cenário, qual seria a solução mais assertiva para se iniciar um negócio? Pesquisa, estudo de viabilidade, análise e compreensão do mercado são fundamentais. Essa tarefa deve anteceder a abertura do restaurante, conduzindo uma pesquisa para investigar as particularidades do público-alvo, da região onde o estabelecimento será instalado e saber exatamente qual a documentação necessária para abertura desse negócio.

O negócio deve nascer com o objetivo de atender o público local. Não adianta instalar-se em determinada região e focar o seu atendimento em outra região. Por isso, o planejamento é tudo! E para que esse planejamento aconteça é necessário levantar todas as despesas: fixas; equipamentos que deverão ser comprados; serviços terceirizados e afins, para que o investimento inicial acumulado para abrir o restaurante não seja prejudicada de alguma forma.
Controle e planejamento

Um desses serviços terceirizados será o contador. É imprescindível que se contrate um profissional/escritório que esteja presente desde o período que antecede a abertura da empresa. Tudo isso para que o processo de organização documental seja o mais organizado e não ocorra atrasos e prejuízos para abertura do negócio. Reforço que o contador não é necessário somente no período de abertura, sua presença durante toda a operação do restaurante é fundamental. Com ele será possível montar e implantar o controle do fluxo de caixa, planejamento tributário para se obter uma economia junto à redução de impostos ou enquadramento tributário correto.

Dito isso, registro que para sua gestão de restaurantes seja profissional, é necessário que seja desenvolvida as capacidades de administração. Tenha sua atenção voltada para sua equipe, tenha um plano de especialização para si e para o grupo. O que faz toda diferença, atenção à qualidade dos serviços que serão entregues e nunca se esqueça da proximidade junto à contabilidade. É fundamental que você conte com um profissional de confiança, especialista no seu negócio e qualificado.

Sabendo de tudo o que foi descrito acima e da importância da gestão e planejamento de restaurante ou rede de franquia, confira se é melhor abrir uma franquia ou ter o próprio restaurante? Em caso de dúvidas, entre em contato, terei enorme prazer em ajudá-lo! Vamos tomar um café?

Foto - Adalberto Santos*Graduado em Administração Empreendedora, pós-graduado em Gestão Empresarial e MBA em Gestão Estratégica de Negócios, Adalberto tem 19 anos de experiência em gestão de empresas nacionais e multinacionais no segmento de hospitalidade. Vivência na operação e abertura de empreendimentos hoteleiros e gastronômicos. Na área acadêmica é professor em escolas técnicas e entidades educacionais privadas de cunho social. Durante vivência internacional na Inglaterra, estudou e trabalhou no ramo da hospitalidade. Atualmente é responsável pela área administrativo-financeira e gestão estratégica de negócios da Guersola Consultoria.



Fonte: diariodoturismo.com.br


Selos

Turismo Agora - informações turisticas pelo fone: (53) 3228-3819.
Tire suas dúvidas rapidamente com nosso atendimento online 24 horas por dia.

Termos e condições de uso

Copyright © 2008 TRACKDATA