Cadastrar
Esqueci minha senha
Usuário: Senha:
Logar
Você pode utilizar nossa busca por palavra chave ou utilizar os critérios ao lado para obter uma listagem.

Buscar
Buscar
Selecione o Estado Categoria


GASTRONOMIAHOSPEDAGEMINFORMAÇÕES ÚTEIS
Selecione a Cidade Sub-Categoria


Destaques


Newsletter





7 destinos acessíveis para viajantes com deficiência física
Um dos perfis de viajantes que merecem maior atenção na hora de escolher um destino é o de portadores de deficiências físicas. Um cadeirante precisa encontrar, em sua viagem, atrações que sejam acessíveis mesmo estando em uma cadeira de rodas, além de infraestrutura de transporte que permita a circulação do viajante pelo destino sem maiores dores de cabeça.

A agência Eta Canadá elaborou uma lista de sete cidades bem preparadas e com opções de Turismo acessível aos viajantes com algum tipo de deficiência física - incluindo a brasileira Bonito, no Mato Grosso do Sul.

Confira abaixo:

MONTREAL, CANADÁ


Além de contar com parques abertos e de fácil acesso, Montreal conta com uma malha ferroviária completamente adaptada para cadeirantes, incluindo sete estações desenvolvidas especialmente pensando na acessibilidade de portadoras de deficiências físicas.

DUBLIN, IRLANDA


A estrutura plana da capital irlandesa ajudou a colocá-la na lista - segundo a agência, ela seria conhecida inclusive por ser a cidade mais acessível do mundo, onde quase todos os pontos turísticos possuem entradas acessíveis para. A cidade conta ainda com calçadas e avenidas largas, e até as sinaleiras têm um tempo diferenciado para que cadeirantes cruzem as avenidas com tranquilidade.

STRATFORD-UPON-AVON, INGLATERRA


Conhecida por ser a cidade em que Shakespeare nasceu, Stratford-upon-Avon possui calçadas rebaixadas e amplas, além de contar com mais de uma centena de estabelecimentos acessíveis para pessoas com algum tipo de dificuldade motora.

BARCELONA, ESPANHA

Receber os Jogos Paraolímpicos em 1992 fez com que a cidade catalã se tornasse mais acessível para deficientes físicos: bares, restaurantes, praças e uma série de pontos turísticos se adaptaram para contar com entradas facilitadas.
O aeroporto da cidade conta com um serviço chamado Sin Barreras (Sem barreiras, em português), que oferece atendimento a pessoas com deficiências ou mobilidade reduzida.

O destaque fica para o Museu de Arte Contemporânea de Barcelona, que conta com obras táteis e com audiodescrição, possibilitando que deficientes visuais possam sentir a peça com as mãos e ouvir descrições feitas por especialistas.

BERLIM, ALEMANHA

A capital alemã recebeu em 2013 o prêmio de Cidade Acessível, concedido pela Comissão Europeia e pelo Fórum Europeu de Deficiência. A maior parte de suas estações de metrô é adaptada para os portadores de deficiências físicas. Os museus da cidade também são conhecidos por contar com obras táteis para deficientes visuais.

BONITO, MATO GROSSO DO SUL


Claro que nem todos os esportes radicais tradicionais na cidade sul-mato grossense conseguem se adaptar a portadores de deficiências físicas, mesmo assim, a cidade foi lembrada na lista - a única brasileira, inclusive. Além do ecoturismo pelas florestas e pântanos, práticas como rapel, rafting e flutuação em rios podem incluir pessoas com mobilidade reduzida. Na cidade o piso tátil, as calçadas largas e antiderrapentes, e ainda rampas e faixas sinalizadas também ajudam na circulação de cadeirantes e deficientes visuais

NOVA YORK, ESTADOS UNIDOS


Os cadeirantes que quiserem conhecer Nova York não terão grandes dificuldades. O transporte público é adaptado, as calçadas são planas e largas, e os museus disponibilizam muletas e cadeiras de rodas, além de audiodescrição e sinalização tátil no piso.



Fonte: Panrotas


Selos

Turismo Agora - informações turisticas pelo fone: (53) 3228-3819.
Tire suas dúvidas rapidamente com nosso atendimento online 24 horas por dia.

Termos e condições de uso

Copyright © 2008 TRACKDATA