Cadastrar
Esqueci minha senha
Usuário: Senha:
Logar
Você pode utilizar nossa busca por palavra chave ou utilizar os critérios ao lado para obter uma listagem.

Buscar
Buscar
Selecione o Estado Categoria


GASTRONOMIAHOSPEDAGEMINFORMAÇÕES ÚTEIS
Selecione a Cidade Sub-Categoria


Destaques


Newsletter





Ministério do Turismo intermedia investimento de R$ 1,5 bilhão no Rio Grande do Norte
Iniciativa é resultado da participação de técnicos da pasta em eventos internacionais

A região de Baía Formosa, no Rio Grande do Norte, se prepara para receber um investimento da ordem de 1,5 bilhão para a construção de dois hotéis e de uma vila de alto padrão. O recurso é fruto da participação de técnicos do Ministério do Turismo em eventos internacionais nos quais, em parceria com empresários brasileiros, expõe oportunidades de investimento no país em áreas como hotelaria.

O cenário natural deslumbrante do município potiguar atraiu a Six Senses, famosa por propriedades de luxo sustentável na Ásia, e abrigará unidades de uma das maiores redes mundiais de resorts em um investimento inédito na América Latina. O empreendimento, cujas obras devem começar em 2019, será erguido em uma área de cinco hectares, com espaços para spas, pesca, campo de polo e planetário, além de um centro de proteção de tartarugas.

A localidade integra o portfólio de projetos divulgados pelo MTur no exterior. O ministro do Turismo, Marx Beltrão, observa que a chegada do grupo ajuda a despertar o interesse por atividades no Brasil. “Esse investimento demonstra que o país é um bom investimento e que a melhoria da economia também proporciona um melhor ambiente de negócios, então os investidores ficam atentos a isso”, ressalta.

O ministro lembra ainda que o Brasil + Turismo, um plano de reforço do setor lançado em abril deste ano, vai elevar a atratividade do país, por favorecer a chegada de visitantes. Piotr Maj, chefe de projetos da Gremi International, uma das empresas investidoras do complexo potiguar da Six Senses, enaltece a parceria com o MTur para a exposição de oportunidades e aposta no desenvolvimento turístico de Baía Formosa.

“O trabalho do MTur no exterior tende a atrair ainda muito mais investimentos porque aumenta a confiança de investidores. E a chegada da Six Senses pode gerar um movimento parecido com o de Cancún, que há 40 anos era uma vila de pescadores e se transformou com a chegada de grupos hoteleiros. O aval de hotéis a um país é também um aval para a vinda de turistas”, compara Maj.

Segundo um censo divulgado em julho pelo MTur, a oferta de leitos de hotéis nas capitais do Brasil cresceu 71% de 2011 a 2016. Um dos exemplos de expansão é a rede hoteleira norte-americana Red Roof, que oferece acomodações de baixo custo e também chegou ao país a partir de articulações da Pasta. O grupo, que iniciou operações em 2015 no território nacional, já soma três empreendimentos, no Rio de Janeiro (RJ), Natal (RN) e Vitória (ES).

BRASIL EM EXPOSIÇÃO - Em março deste ano, representantes do MTur promoveram uma rodada de encontros com investidores estrangeiros no MIPIM (Marché International des Professionnels de l’Immobilier, em francês), uma das maiores feiras mundiais do setor imobiliário. No mesmo mês, durante um encontro na Embaixada do Brasil em Roma, na Itália, técnicos da Pasta apresentaram projetos hoteleiros a empresários locais.

Além de marcar presença no MIPIM e de promover novas reuniões na capital italiana, o MTur realizará seminários de atração de investimentos no Canadá e nos Estados Unidos, em janeiro de 2018. O órgão deverá ainda integrar, em maio, uma missão do Brasil na sexta edição da CIFTIS, a Feira Internacional de Beijing, na China, para Comércio e Serviços. A meta é estimular o comércio bilateral e parcerias.


Fonte: turismo.gov.br



Selos

Turismo Agora - informações turisticas pelo fone: (53) 3228-3819.
Tire suas dúvidas rapidamente com nosso atendimento online 24 horas por dia.

Termos e condições de uso

Copyright © 2008 TRACKDATA