Cadastrar
Esqueci minha senha
Usuário: Senha:
Logar
Você pode utilizar nossa busca por palavra chave ou utilizar os critérios ao lado para obter uma listagem.

Buscar
Buscar
Selecione o Estado Categoria


GASTRONOMIAHOSPEDAGEMINFORMAÇÕES ÚTEIS
Selecione a Cidade Sub-Categoria


Destaques


Newsletter





Ministro do Turismo apresenta nova campanha publicitária da Região Sul para lideranças do mercado
Evento realizado no Beto Carrero World reuniu empresários e gestores do turismo que debateram ações para fortalecimento do segmento no Brasil

Quando se fala em sucesso no empreendedorismo nacional, Beto Carrero é uma lembrança recorrente. O artista e empresário, falecido em 2008, foi o responsável pela criação do maior parque temático da América Latina. Localizado no município de Penha (SC), o empreendimento com 25 anos atingiu a marca de dois milhões de visitantes, somente em 2016, e emprega 2,2 mil pessoas.

Para debater a importância deste segmento para o turismo brasileiro, o ministro Marx Beltrão participou, nesta sexta-feira (25), do 6º Meeting Beto Carrero World. “Os parques temáticos movimentam muito a economia e geram milhares de empregos. Dos dez melhores parques da América do Sul, nove estão no Brasil. Isso mostra que o país tem potencial para avançar nesta área”, ressaltou Marx Beltrão.

Em 2017, o Beto Carrero World foi eleito pelo quarto ano consecutivo o melhor parque temático da América Latina pelo público do Tripadvisor Travelers Choice e o sétimo melhor do mundo. O gerente do empreendimento, Rogério Siqueira, destacou o esforço para manter o alto padrão do local, que também coleciona outros prêmios. “A nossa equipe trabalha diariamente neste sonho do Beto. Nós criamos várias ações e serviços para entregar e manter esse sonho. Nós fomos o lugar mais comentado no Facebook do Brasil em 2015 e o 11º do mundo”, disse.

Para que o setor se fortaleça ainda mais, o ministro do Turismo defende a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para o setor, pois a maioria dos brinquedos e equipamentos são fabricados no exterior. “Os parques brasileiros pagam quase duas vezes e meia mais impostos do que outros países. Nós queremos que o nosso mercado seja mais competitivo, até porque os parques precisam estar sempre se renovando para serem atrativos”, comentou Marx Beltrão.

Estudo elaborado pelo Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat) mostra que, se o governo atender às demandas do setor, o segmento poderá investir R$ 1,9 bilhão e gerar de 56 mil empregos nos próximos cinco anos. Atualmente, os 18 estabelecimentos associados ao Sindepat geram 11 mil empregos diretos e movimentam cerca de R$1 bilhão na economia por ano.

O presidente do Sindepat, Alain Baldacci, destacou a importância do setor para alavancar outros segmentos turísticos. “Os parques são âncoras do turismo moderno, porque são voltados para turistas de todas as faixas etárias e que movimentam muitos setores da cadeia econômica”, avaliou.


Fonte: Mtur


Selos

Turismo Agora - informações turisticas pelo fone: (53) 3228-3819.
Tire suas dúvidas rapidamente com nosso atendimento online 24 horas por dia.

Termos e condições de uso

Copyright © 2008 TRACKDATA