Cadastrar
Esqueci minha senha
Usuário: Senha:
Logar
Você pode utilizar nossa busca por palavra chave ou utilizar os critérios ao lado para obter uma listagem.

Buscar
Buscar
Selecione o Estado Categoria


GASTRONOMIAHOSPEDAGEMINFORMAÇÕES ÚTEIS
Selecione a Cidade Sub-Categoria


Destaques


Newsletter





Astroturismo: 7 opções para ver o céu e seus fenômenos
Na última segunda-feira (21) ocorreu um eclipse solar total, no qual a lua bloqueou o sol por cerca de dois minutos. O evento pôde ser melhor visto nos Estados Unidos, onde foi chamado de Great American Eclipse e se tornou negócio lucrativo, gerando até um boom de reservas no Airbnb.

No entanto, não é preciso esperar para presenciar outro evento astronômico. Estes ocorrem ao redor do mundo em todas as proporções, de céus repletos de estrelas à aurora boreal. O Portal PANROTAS reuniu alguns destinos para conhecer um pouquinho do céu e além dele.


Os centros espaciais da Nasa são as grandes atrações estadunidenses. Tanto em Houston quanto em Cabo Canaveral, Flórida, há réplicas em tamanho real de foguetes, cápsulas e os primeiros trajes espaciais. A unidade texana ainda conta com interessantes exibições. Atualmente, está acontecendo a Mission Mars, que leva o visitante à Marte por meio de tecnologia 4K e mostra uma paisagem virtual do planeta com direito a astronautas pousando nele e veículos espaciais o explorando. Já para março de 2018, está prevista a Destination Moon: The Apollo 11 Mision, a exibição permitirá conhecer um dos objetos mais emblemáticos da história da humanidade e saber um pouquinho mais sobre a chegada do homem à lua.

CHILE

O astroturismo é uma especialidade chilena. Devido à combinação de altitude elevada e clima seco, o país possui cerca de 300 noites de céu aberto no ano. As principais atrações são os observatórios São Pedro de Atacama e Cerro Tololo. O primeiro, no norte do Chile, possui tours com duas horas e meia de duração, permite o uso de um dos dez telescópios disponíveis, ensina os visitantes a observarem a olho nu também e oferece chocolate quente ao final da visita. Já o segundo, fica em Serena, e possui visitas de duas horas aos sábados para usar os telescópios do observatório de alto nível científico. O Observatório Astronômico Andino, a 20 minutos de Santiago, também é uma boa pedida.

NORUEGA


A aurora boreal é um dos fenômenos mais bonitos do mundo. As cortinas de luzes nas cores verdes, roxas e rosas podem ser vistas no norte do globo em países como Islândia, Canadá, Suécia, Finlândia e Noruega. Este último é um dos mais acessíveis. Tromsø, conhecida como a “Paris do Norte”, além de propiciar o espetacular evento aos visitantes, conta com passeios que oferecem aulas de astronomia e visita ao planetário Northern Lights de setembro a março. A vila de Ersfjorden, a 40 minutos de Tromsø, também é uma opção.

NOVA ZELÂNDIA

Já no país da Oceania, é possível assistir a aurora austral, presente no sul do globo. O Parque Nacional Rakiura, que em Maori significa “céu brilhante”, na ilha Stewart é considerado o melhor ponto fora da Antártida para observar o fenômeno, o único obstáculo são as chuvas constantes. E, a praia de Castlepoint, na região de Wairapa, é propícia para a observação de estrelas.

PORTUGAL

Em Portugal, há uma área protegida e certificada internacionalmente, registrada como Reserva Dark Sky, na região de Alqueva. Com cerca de três mil quilômetros quadrados, engloba cidades como Alandroal, Requengos de Monsaraz, Portel, Mourão, Moura e Barrancos. Estas juntam esforços para preservar a mágica da região e, por esse motivo, baixam as luzes da rua à noite ao mínimo para possibilitar uma melhor observação do céu revestido de estrelas.

BRASIL

Por aqui, uma das melhores opções de astroturismo é Minas Gerais. O Laboratório Nacional de Astrofísica fica em Itajubá e uma vez ao mês promove o Sábado Crescente, evento com palestras e observação da lua crescente no terraço da sede. Já na vizinha Brazópolis, fica o observatório, que recebe visitas todos sábados de manhã e uma vez por ano o público pode ficar até a noite para o Tarde e noite de portas abertas, evento destinado à observação de estrelas. Também fica aberto nos dias de semana com palestras sobre a instituição e astronomia, e se a lua estiver acima do horizonte no dia, pode ser observada com o auxílio dos telescópios disponíveis.

RÚSSIA

Por último, a atração mais inviável. A Rússia tem estudado levar “clientes particulares” à Estação Espacial Internacional dentro da Soyuz. A experiência requer um investimento de dezenas de milhões de dólares e já contou com sete pessoas entre 2001 e 2009. Os voos estão sendo reatados para captar recursos para financiamento de programas espaciais. O próximo está previsto para 2019.


Fonte: Panrotas


Selos

Turismo Agora - informações turisticas pelo fone: (53) 3228-3819.
Tire suas dúvidas rapidamente com nosso atendimento online 24 horas por dia.

Termos e condições de uso

Copyright © 2008 TRACKDATA