Cadastrar
Esqueci minha senha
Usuário: Senha:
Logar
Você pode utilizar nossa busca por palavra chave ou utilizar os critérios ao lado para obter uma listagem.

Buscar
Buscar
Selecione o Estado Categoria


GASTRONOMIAHOSPEDAGEMINFORMAÇÕES ÚTEIS
Selecione a Cidade Sub-Categoria


Destaques


Newsletter





Aumenta número de brasileiros querendo morar no exterior
Seja para morar, investir, trabalhar ou tirar férias, os brasileiros têm se mostrado cada vez mais interessados em tentar novas oportunidades no exterior. A crise econômica enfrentada no Brasil hoje é um grande fator que tem estimulado essa procura. De acordo com dados da Receita Federal, entre 2014 e 2016 foram entregues 55.402 declarações de saída definitiva do País, um crescimento de 81,61% na comparação com o triênio imediatamente anterior. De 2011 a 2013, período que antecede a crise econômica, 30.506 pessoas entregaram o mesmo documento.

No entanto, os números devem ser bem maiores, já que nem todos os brasileiros prestam essa informação quando vão embora. São três tipos de pessoas que deixam o Brasil: o empresário, desacreditado com seu País; o estudante em busca de intercâmbio, experiências e aventuras; e o desempregado que não têm oportunidade em terras tupiniquins. Destino EUA. O novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, impôs novas regras para a solicitação de visto para o país. Em novembro do ano passado, a projeção do índice de rejeição de vistos para turistas tupiniquins indicava fechar 2016 com 15%, quase o triplo de 2015 (5,36%) e quíntuplo (3,2%) de 2014. Ainda assim, as terras do Tio Sam são as que mais atraem os brasileiros.

Entre os destinos favoritos dos Brasileiros está a Flórida, nos Estados Unidos. Vista antes como um local para passar as férias, a cidade virou alvo de brasileiros que decidem investir e morar nos EUA. Segundo dados da Associação dos Corretores de Imóveis dos Estados Unidos, os brasileiros costumam investir cerca de US$ 587 mil em residências na Flórida. Ainda segundo o levantamento, desde 2008, 23 mil casas foram vendidas para brasileiros. Fugindo da violência
A jornalista paraibana Sayonara Rodrigues sempre teve o sonho de morar fora do Brasil, primeiro porque sente que o mundo é pequeno demais aqui, mas admite que tudo começou quando pesquisou e surgiu a oportunidade de morar em Zurique, na Suíça desde novembro do ano passado. “Fiz uma prova e, na época, se eu atingisse 9 pontos, poderia viajar e aprender alemão. Quando saiu o resultado, vi que passei e fiquei muito feliz porque ia realizar o sonho de conhecer o mundo”.

Sayonara diz que mudou de país por qualidade de vida, que é algo que discute muito com os meus amigos. “Tenho mais qualidade de vida no Brasil, me sinto querida e realmente em casa, não tenho ninguém me olhando diferente porque não falo a língua deles ou por ser brasileira. Aqui, é notável o olhar e o preconceito quando digo que sou brasileira e isso é bem difícil para se acostumar, mas com o tempo a gente consegue lidar”.

O projeto a qual a jornalista faz parte dá direito a permanecer até um ano morando no país e a prova que fez deu direito a ficar até dois anos. “Por ser sulamericana, então, consegui acumular ambos. O processo de mudança pra mim foi extremamente difícil - o custo beneficio foi maravilhoso, a europa é linda, mas o coração fica muito no Brasil - ele ficou com a minha família e amigos, nas praias, nos sorrisos que vemos na rua, ficou em cada canto do Brasil”.

A jornalista estuda durante o dia e à noite se ocupa com algumas atividades profissionais, mas, como disse, as que aparecem. Entre essas atividades ela já trabalhou entregadno panfletos nos faróis da cidade.

“Pretendo morar e viver aqui, como já tive oportunidade de estudar, enquanto progredir na área acadêmica ou se conseguir trabalho com contrato, enquanto tiver esse suporte, posso ficar aqui e renovar o visto”.

“A questão socioeconômica que vivemos no Brasil também me fez mudar. Por mais que tivesse vida estável, um trabalho e amigos, para mim era um pouco sufocante sair e não saber se iria voltar. Muitos crimes e assaltos. Tenho uma amiga que foi assaltada 13 vezes no bairro onde morava. Eu ficava em pânico, então, esse foi o motivo maior que fez sair do Brasil”, disse. Turismo no EUA
O jornalista e CEO do Grupo Travel News, empresa que atua no setor do turismo desde 1984, através da Revista Brasil Travel News, Programa Tv Travel News e Radio BTM, em São Paulo,Paulo Miranda, disse que o espírito empreendedor da empresa o levou a abrir primeiro escritório internacional em Miami, nos anos 90, onde atuou durante 10 anos, época em que o turismo na Florida era pouco explorado, principalmente pelos brasileiros.

Após anos viajando pelos Estados Unidos em busca de novos negócios, Paulo decidiu se mudar com a família em 2007, mas optei por Windermere, uma cidade ao lado de Orlando e muito mais tranquila que Miami, onde comprou uma casa. “Meu escritório fica em Orlando, ao lado do parque Universal Studios e também abrimos um estúdio de Radio e Tv em Celebration”, disse.

“A estrutura maior está na Florida, mas continuamos com o escritório de São Paulo e vivo entre idas e vindas”.

A vida nos Estados Unidos é certamente muito mais tranquila, em relação a segurança e qualidade de vida, mas não desisti do Brasil, aponta Paulo. “Amo minha terra e São Paulo é extremamente importante para os negócios do turismo, hotelaria e marketing. Por isso vou e volto, já me acostumei com a viagem. O segredo é viajar somente com a mala de mão e manter um guarda roupa em cada cidade”.

“Aprendi a admirar o lado bom de cada lugar e assim seguirei ultrapassando fronteiras, torcendo para que a situação econômica do Brasil melhore”, afirma o jornalista.



Fonte: www.turismoemfoco.com.br


Selos

Turismo Agora - informações turisticas pelo fone: (53) 3228-3819.
Tire suas dúvidas rapidamente com nosso atendimento online 24 horas por dia.

Termos e condições de uso

Copyright © 2008 TRACKDATA